Crianças de Férias. Oba!!!

0800-109992
Todos precisamos delas. Tirar férias é como descansar ao final de um longo dia. É poder escolher o que fazer, não ter horário para seguir nem obrigações a cumprir. Bagunça geral? Não. Um tempo gostoso e diferente para relaxar, mudar o foco, curtir uma preguiça, vivenciar o novo e o diferente.
Nem todo mundo consegue viajar neste período e nem por todo o tempo. Então, o que fazer com todos esses dias sem o apoio da escola? O que proporcionar às crianças quando os pais não estão em férias? Enfim, como tirar o melhor proveito do mês sem expediente escolar? Ter em mente que quebrar a rotina é, de verdade, uma forma de descanso pode ajudar muito.


Pense no cotidiano e tente dar um ar mais gostoso e leve, até para o café da manhã. Coloque as crianças para ajudar, na medida do possível, nas atividades caseiras. Fazer sanduíches, brigadeiro ou até um bolo com a vovó pode render uma tarde inteira. Assim como dar um jeito no quarto, cuidar dos brinquedos, doar o que não se usa mais. Brincar de se fantasiar, bolar um teatrinho, fazer um novo álbum de fotos também são recursos gostosos para passar o tempo, vivenciar momentos diferentes e construir lembranças. Todos nós, ao recordar a infância, temos muito mais facilidade de encontrar, em nossa memória, momentos divertidos das nossas férias do que do nosso cotidiano. Se vocês puderem contar com a ajuda dos avós, as crianças também terão oportunidade de conviver mais com eles, trocando experiências preciosas. Outra ideia é bolar um rodízio entre a casa dos amiguinhos. Um dia a turminha vai para a sua casa e, no outro, a mãe de um colega organiza algum evento, como uma ida ao zoológico, ao cinema ou ao parque.


E, mesmo no período de férias, você deve policiar o tempo diante da televisão, caso contrário os baixinhos podem se viciar na dupla “pijama e desenho”.


É claro que todas as minhas propostas dependem muito da possibilidade e disponibilidade de cada família, mas, com criatividade, podemos transformar este período em uma viagem deliciosa sem mesmo sair da cidade!


Houve uma ocasião em que uma mãe que conheço, aflita por não poder estar com as crianças devido ao trabalho, montou um clubinho com outras mães e contratou uma professora para acompanhar os pequenos em um roteiro muito divertido – uma espécie de acampamento – e proporcionaram a esse grupinho umas férias inesquecíveis.


Procurem nos jornais e nas revistas as sugestões de visitas, teatros, fazendinhas, mas nada que tenha a carinha de aula.


O que mais importa é que haja um descanso, uma variação do comum, que regrinhas possam ficar de lado e que se possa dormir mais tarde ou curtir uma preguicinha porque é férias. Que se possa experimentar, aprender, ter contato com outras coisas. Que, ao final deste período, os baixinhos possam dizer, mesmo que não tenham viajado, que tiveram momentos supergostosos e coisas divertidas pra contar aos amigos, na volta às aulas. Que vocês, pais, aproveitem este tempinho longe da correria para cobrar menos, para conhecer mais e melhor os seus filhos, para dedicar o tempinho possível ao aconchego, a conversas mais longas, a carinhos e risadas.


Assim, aproveitem, vocês também, esse tempo gostoso com os baixinhos! E finalmente, quando as férias chegarem outra vez, que vocês possam dizer: oba!!! Férias!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário