Crie filhos organizados sim, isto é possível!

Depois que os pequenos nasceram, a casa nunca mais foi a mesma, não? Como dizem muitas mamães, ficou mais alegre, com certeza, mas muito mais bagunçada também! Brinquedos jogados por todos os cômodos, roupas espalhadas, livros jogados. Ninguém aguenta tanta desordem por muito tempo! Que tal ensinar as crianças a serem organizadas desde pequenas? Sim, isto é possível e muito saudável!




Segundo a jornalista Rosângela Gessoni Sapata Aguilar, autora do livro “Mulher-Guia Prático de Sobrevivência”, o primeiro passo é dar o exemplo de organização para que os filhos não tenham a referência de desordem dentro da casa, além de mostrar os benefícios imediatos de viver em um ambiente organizado.






“Com o material escolar em ordem, os deveres de casa poderão ser feitos de forma mais rápida e prazerosa. Guardar os brinquedos assim que a brincadeira terminar significa preservá-los para utilizações futuras e mais espaço físico para outras atividades. Encontrar com facilidade a roupa que deseja para um passeio evita perda de tempo antes de sair de casa. É mais fácil nos habituarmos a situações que nos trazem bem estar”.






A autora ressalta que também é positivo trocar reclamações por sugestões. “Ao invés de dizer ‘não vai deixar esta bagunça na sala’, podemos falar ‘guarde suas coisas antes de sair da sala’.






A infância, diz Rosângela, é o melhor momento para inserir hábitos saudáveis, pois as crianças são menos propensas a resistência. “É importante dar o exemplo, mantendo as coisas pessoais e da casa em ordem, e incentivar esse comportamento. Dependendo da idade da criança, a mãe pode, por exemplo, propor uma brincadeira. Enquanto os filhos guardam os brinquedos com os quais não estão mais brincando, ela organiza a bolsa ou uma gaveta. Se a criança terminar primeiro, terá direito a um prêmio, como um passeio em um parque ou um lanche com amiguinhos. É preciso fazer disso um hábito”.






Bom, e no caso de mães que já têm filhos adolescentes muito desorganizados ainda é possível solucionar o problema?






“Sim. Na adolescência, o incentivo pode ser permitir algo que os filhos gostem de fazer, assim que eles organizarem a cama ou o material escolar, por exemplo. Não se pode jamais fazer dos filhos assistentes da casa. Porém, delegar a eles a função manter a organização em suas coisas pessoais é um ato de amor. Se no futuro houver quem possa ajudá-los nessa questão, perfeito. Caso contrário, viverão bem com iniciativa e critério para manter a vida em ordem”.






Mas a desorganização não se refere apenas aos objetos. Muitas crianças são organizadas em relação aos seus pertences, porém em relação às tarefas escolares a situação é bem mais complicada. Como ajudá-las nessa questão? Segundo a autora, é preciso criar uma rotina saudável.






“Os pais devem estabelecer horário para a criança dormir, tomar banho, fazer as refeições, encerrar as brincadeiras e guardar os brinquedos. Da mesma forma, deve haver uma rotina para estudar para as provas, um horário para fazer a lição de casa e um momento extra para se dedicar a questões da escola que exigem mais atenção, por algum motivo. Na hora das tarefas escolares, a criança deve estar em um ambiente claro, silencioso e não ser interrompida. Um adulto deve ficar à disposição para auxiliá-la se for necessário. Outra coisa importante é manter um espaço exclusivo para a criança guardar o material escolar”.



Nenhum comentário:

Postar um comentário