Não á GORDURA .





A alimentação da mãe deve, sim, ter seu teor de gordura, pois este componente também é necessário para a nutrição do feto. Mas, é preciso que a gestante saiba escolher as melhores fontes – óleos vegetais, azeite de boa qualidade, nozes, castanhas do pará, peixes cozidos ou assados e gorduras poli-saturadas em geral – e respeite as quantidades de cada elemento de seu cardápio diário.


“Dentro de uma dieta balanceada, a porcentagem de gordura seria de 20% a 25% do valor calórico total ingerido. Mas, para isso é preciso ver se a gestante está dentro do peso para a idade gestacional”. Segundo pesquisadores, as gorduras que devem ser evitadas são aquelas que passaram por processo de industrialização, presentes em recheios de bolachas, fast-foods, sorvetes com gorduras saturadas, por exemplo.
0800-109992
Quarto 100%MDF berço grade móvel vira mini-cama +cômoda 5 gavetas +roupeiro 3 portas
O MELHOR PREÇO 
AQUI   

Nenhum comentário:

Postar um comentário