Rubéola X Gestantes. Cuidado! Todas as mulheres em idade fértil, ou seja, entre 13 e 39 anos devem receber uma dose da vacina.

Embora seja inofensiva para a mulher, a doença pode se transformar em perigo quando ela está grávida. Ao invadir o organismo, o vírus da rubéola é capaz de provocar uma revolução e prejudicar o desenvolvimento do feto, principalmente se o mal se manifestar no primeiro trimestre de gestação, quando o embrião está se fixando no útero.

As alterações provocadas pelo vírus no organismo são capazes de atrapalhar o andamento da gestação, e em alguns casos, até causar o aborto. Quando a gravidez não é interrompida, o bebê pode sofrer as conseqüências da Síndrome da Rubéola Congênita (SRC), ou seja, uma série de alterações irreversíveis em sua formação.

Estudos médicos comprovam que o problema mais comum em crianças cujas mães tiveram rubéola durante a gravidez foi a surdez. Em outros casos as consequências variam de problemas de coagulação sanguínea, hepatite e catarata até deficiência mental. "É difícil saber com segurança que tipo de lesão a rubéola pode provocar na criança".

para diminuir os casos da doença no país e livrar-se definitivamente da rubéola, a melhor conduta é a prevenção. Todas as mulheres em idade fértil, ou seja, entre 13 e 39 anos devem receber uma dose da vacina. Vá ao posto de saúde mais próximo de sua casa para ser vacinada. Ao receber ao vacina, você estará imunizada e dificilmente irá desenvolver o mal.

Mas atenção! Mulheres grávidas não devem receber a dose. Embora a vacina esteja sendo utilizada no país há aproximadamente 30 anos - e não tenha sido constatada qualquer conseqüência maléfica para o bebê ou para a gestante - o melhor é não se vacinar durante os nove meses.
RT

Fonte internet



Nenhum comentário:

Postar um comentário