Fimose


Muito se fala sobre a fimose em adultos, mas poucos falam sobre quais os tratamentos para se resolver esse problema com os nossos filhos pequenos. Algumas dúvidas sempre ficam.



Vamos relembrar o que é a fimose. O pênis é formado pela glande, isto é, a cabeça, o corpo e a base (parte que fica junto ao corpo). É revestido de uma pele, o prepúcio que serve para proteger a glande, parte muito sensível do pênis. O prepúcio é retrátil, se o puxarmos em direção à base do pênis a glande ficará exposta.



A fimose é a dificuldade de deixar a glande exposta devido o prepúcio estar aderido na glande ou pelo seu anel ser muito estreito. Em recém-nascidos a fimose é normal, mas aos três anos 90% dos meninos já não apresentam. Há uma regressão fisiológica.



Nos meninos que a fimose permanecer mesmo aos três anos um tratamento é recomendado. A discussão com o pediatra será essencial para decidir qual dos tratamentos será o ideal para cada criança.



Existe um tratamento feito com cremes de corticóides, conhecido como "pomada", que é aplicado no prepúcio combinado com algumas manobras indicadas pelo médico. Já existem estudos que confirmam o efeito positivo desse tratamento. O creme pode às vezes não curar a fimose, mas pode deixá-la mais tênue, deixando a cirurgia mais fácil.



Já a cirurgia clássica de fimose (postectomia) é realizada com anestesia geral em crianças pequenas, durando em média 30 minutos. Os pontos caem sozinhos e o pós-operatório é simples, mas o pênis pode ficar um pouco sensível e a criança pode recusar a manipulação para os curativos que devem ser feitos.



A recuperação é rápida e a criança pode voltar às atividades cotidianas em três dias, apenas evitando brincadeiras e esportes que possam causar traumas nesta região como correr, lutar, jogar bola e andar de bicicleta por pelo menos um mês.



Anel plástico - Uma segunda opção de cirurgia é a colocação de um anel plástico ao redor da glande, sem apertá-la, por dentro do prepúcio e amarrado com um barbante. O nó vai cortando a pele e aproximadamente 10 dias depois todo o conjunto cai, deixando uma cicatriz mais estética que a cirurgia clássica. O tempo da cirurgia é menor, cerca de 10 minutos, é realizada anestesia geral e a alta é no mesmo dia, como na cirurgia clássica.



O pós-operatório consiste apenas na aplicação de uma pomada lubrificante e anestésica. Nenhuma das cirurgias, tanto a clássica como do anel não dificultam a criança fazer xixi.



Recado aos pais - Exercícios de retração da pele à força que algumas mamães fazem para que a fimose desapareça podem causar microtraumatismos, dor, inflamações e até sangramentos. Isso pode piorar a fimose já que a cicatriz das lesões leva a um estreitamento maior do anel do prepúcio.



Seja qual for o tratamento da fimose, a decisão deve ser realizada em conjunto entre os pais e o médico da criança. Levando em conta todas as orientações médicas, a fimose não será um problema para ninguém, muito menos para a criança.


0800-109992
Lojas abertas até as 17hs ,parcele em seu cartão em até 10 vezes !

Nenhum comentário:

Postar um comentário