Brincar de jogar o bebê para cima pode ser perigoso



Como é gostoso ouvir uma gargalhada de um bebê que é jogado para cima e volta para as mãos seguras da mamãe, do papai ou de quem quer que seja que esteja cuidando do pequeno. A vontade é de gargalhar junto. Essa brincadeirinha que parece tão inofensiva pode não ser tão tranquila assim. Calma. Vamos explicar. Principalmente até os dois anos de idade, a cabeça das crianças é grande em relação ao seu corpo e os menores ainda têm o pescoço mole, sem a musculatura bem desenvolvida. Ao fazer um movimento de jogar para cima e depois pegar ou movimentos bruscos, como chacoalhões ou sacudidas, faz com que o bebê realize um movimento extremo de aceleração e desaceleração da cabeça, podendo ocorrer graves lesões cerebrais e, em casos raros, até a morte. Existe até um nome para isso: Síndrome do Bebê Sacudido (SBS).


Entre o cérebro e o crânio da criança existe um pequeno espaço para o crescimento e desenvolvimento da massa encefálica. Quando se sacode a criança, o impacto pode provocar lesões e o inchaço do cérebro. De acordo com o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (EUA, 2007), de 25% a 30% de crianças vítimas dessa síndrome morrem e apenas 15% sobrevivem sem qualquer sequela. Podem ocorrer hemorragias cerebrais e oculares que podem levar a cegueira, convulsões, vômitos, letargia, retardo mental, problemas motores e até paralisia e dificuldade de aprendizagem.


Além de brincadeiras inocentes, a SBS pode denunciar maus tratos por parte dos cuidadores. Alcoolismo do adulto, pais muito novos e estresse podem ser um dos fatores que levam o bebê ser sacudido violentamente. Um dos gatilhos mais fortes para os chacoalhões é o choro prolongado dos bebês. Os pais não conseguem confortar o bebê que chora normalmente de duas a três horas por dia e na tentativa de cessar o choro sacode a criança bruscamente.


Existe outro motivo aparentemente inofensivo que pode ser perigoso: quando o bebê engasga. Na tentativa do bebê soltar o leite e fazê-lo respirar novamente, os adultos sacodem o pequeno desesperadamente. Caso isso ocorra, vire o bebê de lado com a cabeça um pouco mais abaixo que o tronco.


Nesse caso, prevenir é o melhor remédio. Evite brincadeiras que coloquem seu filho em risco. Nunca o jogue para cima, brinque de cavalinho com movimentos bruscos ou chacoalhe para chamar a atenção. Ninar, balancear e fazer carinho, sim e sempre.
0800-109992
Lojas abertas até as 20hs !

Nenhum comentário:

Postar um comentário