Enxoval... o que não pode faltar? RT Dicas


Body: é um tipo de camiseta com calcinha de malha (como aqueles usados para fazer ginástica ou ballet), fechada com entre as pernas do bebê. Muito prático na hora de trocar as fraldas.

Culotes: calças de malha que podem ou não ter pés. Como bebês crescem rápido, a versão sem pé, usadas com meias, duram mais tempo.

Toalhas-fralda: feitas do tecido da fralda, são colocadas entre o bebê e a toalha para protegê-lo após o banho.

Kit de higiene: conjunto com potes e garrafa térmica para guardar água, algodão, pomadas etc. Devem ficar sempre à mão já que, em geral, serão usados a cada troca de fralda.

Protetor de berço: amparo de espuma encapada, colocado nas laterais do berço para evitar que o bebê se machuque.

Cueiro: tecido de flanela que serve para enrolar a criança. Mais comum nos enxovais de antigamente. Hoje em dia, as mantas de diversos tecidos (algodão, plush, lã) cumprem a função.

Conjuntos de pagão: são compostos por uma camiseta regata, um casaquinho e uma calça de malha. Assim como o cueiro, era peça fundamental nos enxovais antigo. Hoje, body e culote juntos cumprem a mesma função e são mais práticos.

Fraldas de boca: como diz o nome, são usadas para limpar a boquinha do bebê. Mais bonitas que as grandes, mas nem sempre dão conta.

Esterilizador: você vai precisar para esterilizar chupetas e mamadeiras. Os usados no microondas são muito práticos. No entanto, ferver os itens em uma panela tem o mesmo efeito






Nenhum comentário:

Postar um comentário