Catarata infantil

Mundialmente, a catarata congênita tem uma incidência de 0,4% ou 1 caso para cada 250 neonatos. No Brasil, esse tipo de catarata é uma das causas mais freqüentes de cegueira na infância, respondendo por uma incidência de 5,5 a 12%. “Por ser uma causa comprovada de cegueira infantil e por requerer diagnóstico precoce e tratamento cirúrgico imediato, a catarata congênita merece a atenção dos profissionais de saúde envolvidos no momento do nascimento do bebê”, diz Virgilio Centurion.


O principal sintoma da catarata congênita, bem como o de qualquer tipo de catarata, é a perda progressiva da acuidade visual podendo chegar à cegueira total, por evolução na opacificação do cristalino. “A principal alteração na visão infantil devido à catarata é a ambliopia, uma lesão irreversível decorrente da não-maturação sensorial das vias ópticas por falta de estímulo luminoso adequado. Outro sintoma que pode ocorrer pelo inadequado estímulo luminoso é o nistagmo, movimento oscilatório e/ou rotatório do globo ocular”, alerta o médico.


O tratamento da catarata congênita deve ser o mais precoce possível e dependerá de diversos fatores: localização e intensidade da opacificação; grau de deficiência visual ocasionado; alterações oculares associadas e a idade da criança. “O tratamento de cataratas parciais que dificultam pouco a visão do paciente pode ser realizado com colírios midriáticos, oclusão e óculos especiais para melhorar a acuidade visual”, explica o oftalmologista. Nos casos de catarata total ou parcial com baixa acuidade visual, a cirurgia deve ser realizada o mais cedo possível (no máximo, antes de 12 semanas de vida). “O tratamento dentro do menor tempo possível evita a instalação de ambliopia irreversível”, diz Virgilio Centurion.


A cirurgia de catarata congênita pode ser feita por meio da técnica de facomulsificação com ou sem implante de lente intra-ocular. Com a cirurgia, a capacidade de acomodação do cristalino é perdida, obrigando a correção da visão de perto com lentes especiais. “O implante de lentes intra-oculares é o procedimento preconizado em crianças maiores de dois anos”, explica o oftalmologista.
0800-109992
LOJAS ABERTAS ATÉ AS 20 hs

Nenhum comentário:

Postar um comentário