Alimentação que influencia a saúde da gestante.

As nutricionistas falam sobre a alimentação para gestantes. Quais alimentos são indispensáveis durante a grávidez? Veremos a importância das fibras. As vitaminas e sais minerais são igualmente necessários. Normalmente, grande parte das mulheres grávidas buscam a complementação alimentar através de vias artificiais, como os comprimidos. Mas, também é possível encontrar vitaminais e sais minerais “in natura”, diretamente dos alimentos.
Nos primeiros meses, a futura mamãe deve se preocupar para não sofrer de anemia, daí a importância de complementar a alimentação de uma gestante com ferro. Segundo as nutricionistas as carnes em geral são uma boa fonte desse mineral. Vegetais de folhas verde-escuras também, tais como couve, rúcula, e agrião.


Esses vegetais devem ser incluídos nas principais refeições, almoço e jantar . E para melhorar a absorção do ferro, deve-se consumir uma fruta ou suco após cada refeição, pois a vitamina C contida nas frutas ajuda nesse processo. Entre os exemplos, estão: mexerica, laranja, limão, morango.


Já a ingestão de cálcio, logo após as principais refeições, não é indicado por atrapalhar o processo de absorção do ferro. Mas isso não quer dizer que a futura mamãe não deva ingerir cálcio, muito importante para a formação de ossos e dentes. Pelo contrário. Deve-se ingerir alimentos ricos em cálcio preferencialmente no café da manhã e lanche da tarde. O leite e seus derivados são os alimentos mais ricos em cálcio.


No geral, as recomendações para a gestante são evitar alimentos industrializados, refrigerantes, alimentos com excesso de sódio – aumenta a retenção de líquidos e pressão arterial. Inclusive o refrigerante é um alimento rico em sódio, apesar de ser doce ao paladar. Deve-se sobretudo evitar o álcool, pois além de prejudicar o desenvolvimento do bebê (parto prematuro, abaixo do peso), ele engorda e é retentor de líquidos, causando maior inchaço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário