Estudo indica que bebês de mulheres com mais de 40 são mais saudáveis.

Mulheres mais velhas seriam mais cuidadosas em relação à saúde das crianças, segundo a pesquisa

Mãe é tudo igual. Só muda de endereço”. Isso pode mesmo ser verdade, mas, de acordo com uma pesquisa britânica realizada com 38 mil crianças, no Instituto da Saúde da Criança da University College London, as mulheres que se tornam mães depois dos 40 anos são ainda mais cuidadosas que as mais jovens e, por conta disso, seus filhos são mais saudáveis.


Os pesquisadores levaram em consideração o número de acidentes sofridos e de vezes que foram internadas em hospitais, Índice de Massa Corporal (IMC) e vacinação. O resultado obtido – que independe da classe social da mãe - foi de que, até os 5 anos, os filhos de mulheres com mais de 40 tendem a ser mais saudáveis, pois sofrem menos acidentes, são internados menos vezes e com doenças menos graves e ainda tem todas as vacinas em dia. O único ponto negativo observado foi que essas crianças ganham peso com facilidade, o que seria influência do IMC das mães dessa idade, acreditam os pesquisadores.


Renato Martins Santana, obstetra do Setor de Medicina Fetal da UNIFESP, afirma que as mães de 40 anos costumam colaborar bastante desde o início da gravidez, realizando todos os exames, comendo corretamente e seguindo todas as orientações à risca. “As mulheres mais velhas estão mais preocupadas com a saúde delas e do bebê, por isso, sempre se policiam e se cuidam mais que o normal”, afirma. Outra vantagem de ter um filho nessa idade, para o especialista, é a maturidade. Por outro lado, ele reforça, como já é sabido, que a gravidez aos 40 implica cuidados mais rigorosos, pois há mais chances de a mãe ter doenças que podem causar riscos para ela e o bebê, como pressão alta ou diabetes.



Nenhum comentário:

Postar um comentário